Site Overlay

Associação camponesa entrega 500 mil marmitas durante pandemia e é reconhecida na ONU

Após entregar mais de mais de meio milhão de marmitas em Pernambuco, a Associação Juventude Camponesa Nordestina Terra Livre se tornou referência em solidariedade durante a pandemia do novo coronavírus e foi reconhecida e citada no site da Organização das Nações Unidas (ONU) do Brasil.

Por ajudar aqueles que mais foram impactados pela situação, ela foi uma das organizações que foram selecionadas em um edital do Fundo de População da ONU (UNFPA) no país. A ideia é buscar fortalecer as ações de organizações da sociedade civil que contribuem para o desenvolvimento e o bem estar da humanidade.

Além da campanha Mãos Solidárias, que conecta os produtores de alimentos com quem tem fome, a associação também tem projetos com vários grupos de produção agrícola e outros setores, levando a quem precisa alimentos, educação, informações sobre covid-19 e sobre como ter acesso a seus direitos.

:: ‘Bolsolão’ e a CPI da Covid estão encurralando Bolsonaro, diz analista ::

Os voluntários do projeto também oferecem apoio a estudantes que foram afetados pela pandemia doando equipamentos para aulas de reforço.

Edição: Vinícius Segalla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *