Site Overlay

BA: Petroleiros realizam ação de venda de gasolina e de diesel a preço justo

O Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro) da Bahia realiza, nesta quinta-feira (4), uma ação para a venda de gasolina e de diesel a preço justo. Eles irão promover a atividade nos municípios de Feira de Santana e Simões Filho.

Ações semelhantes vêm sendo realizadas pela categoria em outras cidades da Bahia e também em outros estados. O objetivo dos petroleiros é mostrar que é possível vender gasolina, diesel e gás de cozinha a preços mais acessíveis do que os que vêm sendo praticados atualmente. 

Leia mais: Gasolina e diesel sobem mais 5%; "Tapa na cara do brasileiro", avalia diretora da FUP

Radiovaldo Costa, diretor de comunicação do Sindipetro, explica que os valores do diesel e da gasolina usados na ação foram definidos a partir de um estudo elaborado por técnicos e economistas contratados pela entidade sindical. “Eles estudaram os preços e custos da Petrobras para poder encontrar um preço que garanta lucratividade à empresa que produz o diesel, gasolina e gás de cozinha, ao distribuidor e ao revendedor, e não penalize a sociedade. Então, hoje, o preço justo da gasolina seria em torno de R$3,50, o do diesel a R$ 3,09 e o do botijão de gás de cozinha, R$ 45,00”, finaliza.

No município de Simões Filho, a campanha da venda de diesel será a partir das 7h, no Posto BR Aratu, localizado na BR 324 (sentido Feira de Santana), no quilômetro 16,5.

:: Com terceiro aumento só este ano, gás de cozinha chega a R$ 100 na Paraíba ::

Os 100 primeiros caminhoneiros autônomos que chegarem ao posto poderão abastecer os tanques dos seus caminhões com 100 litros de diesel ao preço justo de R$ 3,09 por litro. O posto só aceitará pagamento em dinheiro ou cartão de débito. A entidade ressalta que serão atendidos apenas os caminhoneiros autônomos. 

Já em Feira de Santana, a ação de venda de gasolina acontecerá no Posto Modelo, às 13h. Os 120 primeiros motoristas que chegarem ao posto vão poder abastecer seus veículos com 20 litros de gasolina e as 80 primeiras motos terão direito a abastecer cinco litros de gasolina. O litro da gasolina será vendido a R$ 3,50. 

Por que há constantes aumentos dos combustíveis?

Os petroleiros chamam a atenção para a política de preços praticada pela Petrobras, que, ao adotar o Preço de Paridade Internacional (PPI), atrela os preços dos combustíveis no Brasil ao valor do barril de petróleo no mercado internacional. Essa política está levando a aumentos constantes dos preços dos derivados de petróleo, como o diesel, gasolina e gás de cozinha.

Fonte: BdF Bahia

Edição: Elen Carvalho e Rebeca Cavalcante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *