Site Overlay

Certidões de óbito na Cidade do México triplicam registros oficiais

A organização Mexicanos Contra a Corrupção e a Impunidade (MCCI) afirma que os números oficiais do registro de mortes com covid-19 na Cidade do México estão muito subestimados

Acapital mexicana emitiu 4.577 atestados de óbito com o novo coronavírus como causa provável ou confirmada de morte, três vezes mais do que os números oficiais, segundo denúncia de uma organização independente.

A organização Mexicanos Contra a Corrupção e a Impunidade (MCCI) afirma que os números oficiais do registro de mortes com covid-19 na Cidade do México estão muito subestimados.

“A MCCI teve acesso a um banco de dados e milhares de registros. Depois de comparar uma amostra representativa, com 345 casos, no portal na Internet do Registro Civil, percebemos que o universo de mortos naquele período pode ter sido três vezes maior do que indicam os números oficiais”, disse a organização, em comunicado divulgado nesta terça (19).

Segundo a investigação, essas 4.577 mortes detectadas nos ficheiros do Registro Civil correspondem ao período de 18 de março a 12 de maio.

Em 3.209 desses casos, a covid-19 aparece indicada como causa provável de morte e em outros 323 casos como causa confirmada, diz a organização.

“Em 12 de maio, o governo da Cidade do México informou que até aquele momento houve 937 mortes por covid-19, e o Governo federal registrou 123 suspeitas de mortes com o novo coronavírus na capital”, aponta a organização, destacando que há uma discrepância muito grande entre o que é anunciado oficialmente e o que foi agora detectado.

Para a investigação, a MCCI se conectou a uma base de dados de 4.577 atestados de óbito registrados em sete tribunais na Cidade do México, entre 17 de março e 12 de maio de 2020.

Para validar a descoberta, a MCCI pegou numa amostra composta por 345 páginas de registros e verificou que as causas de morte descritas ali eram exatamente as que aparecem nas atas que podem ser consultadas no portal na Internet da Direção-Geral de Registro Civil da Cidade do México.

A MCCI diz que pediu ao governo da Cidade do México uma posição sobre as certidões de óbito analisadas para este relatório, tendo recebido uma resposta de um porta-voz que apenas disse que os dados revelados seriam analisados

O México registrou até agora 51.633 casos de contaminação com o novo coronavírus, incluindo 5.332 mortes.

A Cidade do México, a área mais afetada do país, com um registro oficial de 14.566 casos de contaminação e 1.147 mortes.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 318.000 mortos e infectou mais de 4,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,7 milhões de doentes foram considerados curados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *