Site Overlay

Com 1.555 mortos em 24h, Brasil fecha a semana como a mais letal de toda a pandemia

O Brasil registrou mais um dia seguido com o número de mortes por covid-19 acima de 1.500. Segundo o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), foram 1.555 registros de óbitos nas últimas 24 horas, totalizando 264.325 mortes desde o início da pandemia. 

Em números absolutos, o estado de São Paulo segue registrando o maior número de mortes (61.417), seguido por Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Bahia.

Quanto aos casos, foram 69.609 novos registros no último período, somando 10.938.836 casos. Como no número de óbitos, São Paulo também está à frente, e desta vez de Minas Gerais, Bahia, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A semana chegou ao fim como a mais letal de todo o histórico, somando 10.104 mortes, e com total descontrole da disseminação do vírus e a ausência de articulação nacional para seu enfrentamento.

Embora o Brasil ainda seja o segundo país mais afetado pelo vírus no mundo em número de mortes, atrás apenas dos Estados Unidos, hoje é o epicentro da crise global. O pior momento da crise da covid-19 segue cada vez mais intenso e especialistas temem o pior para as próximas duas semanas, pelo menos.

Vacinas

Paralelamente, o Brasil segue em ritmo lento na vacinação e com incertezas sobre a ampliação do programa. Enquanto governadores e prefeitos tentam negociar vacinas à revelia da falta de ações do governo de Jair Bolsonaro, apenas 1,09% da população está imunizada.

Foram aplicadas 9,7 milhões de doses, sendo que 3,49% dos cidadãos já receberam a primeira dose. Uma taxa baixa diante do cenário global.

O que é o novo coronavírus?

Trata-se de uma extensa família de vírus causadores de doenças tanto em animais como em humanos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), em humanos, os vários tipos de vírus podem provocar infecções respiratórias que vão de resfriados comuns, como a síndrome respiratório do Oriente Médio (MERS), a crises mais graves, como a Síndrome Respiratória Aguda severa (SRAS). O coronavírus descoberto recentemente causa a doença covid-19.

Como ajudar quem precisa?

A campanha “Vamos precisar de todo mundo” é uma ação de solidariedade articulada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo. A plataforma foi criada para ajudar pessoas impactadas pela pandemia da covid-19. De acordo com os organizadores, o objetivo é dar visibilidade e fortalecer as iniciativas populares de cooperação.

Edição: Mauro Ramos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *