Site Overlay

Deputada Carla Zambelli recebe intimação para depor sobre atos antidemocráticos

Na tarde deste sábado (4), a deputada bolsonarista Carla Zambelli (PSL-SP) publicou na sua conta no Twitter que a Polícia Federal (PF) a intimou a depor no âmbito do inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga manifestações contra as instituições e a democracia.

O Brasil de Fato entrou em contato com a Suprema Corte e com a PF, mas não obteve retorno. Segundo o jornal Estado de São Paulo, a intimação ocorreu e partiu de um pedido da Procuradoria-Geral da União (PGR). ::Em nova bravata, Bolsonaro diz que 7 de setembro é “ultimato” para ministros do STF::

De acordo com a deputada, a oitiva deve ocorrer até amanhã, por determinação do ministro do STF Alexandre de Moraes. Pelo twitter, Zabelli afirmou que , mesmo sem ter recebido os autos do processo, irá comparecer.

“Mesmo sem ter acesso aos autos, em respeito a Polícia Federal e a Constituição, me farei presente. É certo que para mim, o mar ficará agitado após essa oitiva, mas nada impedirá que mantenha minhas convicções e acredite naquilo que sempre defendi”. Parlamentares e lideranças da oposição também se manifestaram nas redes sociais sobre o tema.  ::Roberto Jefferson é preso pela PF em sua casa após determinação de Alexandre de Moraes::  

CASA CAIU Carla Zambelli vai ter que depor devido aos seus ataques antidemocráticos contra as instituições. Bolsonarismo vai cair. UM POR UM!

— Alexandre Padilha (@padilhando) September 4, 2021

🚨 ATENÇÃO! Carla Zambelli, a rainha das fake news, foi convocada por Alexandre de Moraes para prestar depoimento na manhã deste domingo, antes dos atos golpistas do dia 7. Há todo um esquema de financiamento e difusão de fake news que precisa ser interrompido

— Ivan Valente (@IvanValente) September 4, 2021

::PF faz operação de busca e apreensão contra Sérgio Reis e deputado Otoni de Paula::

Por ordem de Alexandre de Moraes, na sexta-feira (3), a Polícia Federal prendeu, em Brasília (DF), o blogueiro bolsonarista Wellington Macedo. Também por determinação do ministro, a PF faz buscas para prender caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido pela alcunha de “Zé Trovão”. As duas decisões também são relacionados ao inquérito sobre atos antidemocráticos do 7 de setembro.

Pelas redes sociais, "Zé Trovão" afirmou, neste sábado (4), que irá se entregar à Polícia Federal durante o ato de 7 de setembro. 

Edição: Lucas Weber