Site Overlay

Discurso de Lula repercute nas redes e estimula comparações com Bolsonaro

O primeiro discurso do ex-presidente Lula (PT) após a anulação de seus processos na Lava Jato repercutiu de forma efusiva nas nas redes sociais entre famosos e autoridades do ambiente político. O petista concedeu uma coletiva de imprensa durante mais de uma hora nesta quarta (10), diretamente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo (SP).

Entre as reações, destaca-se a comparação entre o ex-presidente Lula e Jair Bolsonaro (sem partido). O youtuber Felipe Neto, por exemplo, criticou aqueles que nivelam os dois atores e sugeriu que seus seguidores assistissem ao menos “cinco minutos” do discurso.

Amiga de Felipe Neto, a chef Paola Carosella, ex-jurada do programa MasterChef, afirmou, durante o discurso do petista, que "tá rolando uma aula gratuita de discurso de liderança… caso algum líder esteja precisando". 

Em diferentes tuítes, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ) seguiu a mesma linha comparativa: “Você não precisa gostar do Lula para entender a diferença dele para o Bolsonaro. Um tem visão de país; o outro só enxerga o próprio umbigo. Um defende a vacina, a ciência e o SUS; o outro defende a cloroquina e um tal de spray israelense”.

Na sequência, afirmou que “um defende uma política externa independente; outro defende a subserviência. Um defende política ambiental; outro a política da destruição. Um respeita e defende a democracia; o outro não sabe o que isso significa”.    

Por fim, Maia ressaltou que “um fundou um partido e disputou quatro eleições; o outro é um acidente da história”. “Tenho grandes diferenças com o Lula, principalmente na economia, mas não precisa ser petista fanático para reconhecer a diferença entre o ex-presidente e o atual”, encerrou Maia.

O rapper Marcelo D2 também se manifestou e deu um conselho ao presidente Jair Bolsonaro: “Depois desse discurso do Lula, o Bolsonaro tinha que renunciar, pegar os pano de bunda dele e voltar pra os negócios milicianos deles lá em Rio das Pedras”.  

O jornalista e radialista Kennedy Alencar disse que “hoje Lula deixou evidente que é o candidato mais forte para bater Bolsonaro. Tá pronto, quer e sabe como”. 

Já o também jornalista e escritor Xico Sá brincou com a referência do ex-presidente ao Zé Gotinha, mascote de campanhas de vacinação do Brasil, e as acusações que o petista seria um extremista. "Chamar um homem desse (lula) de extremista é o mesmo que dizer q o velho zé gotinha raiz é contra vacina", afirmou.

O ator Bruno Gagliasso compartilhou a postagem de uma seguidora que citava as seguintes aspas de Lula: “Não siga nenhuma decisão imbecil do presidente da República ou do ministro da Saúde. Tome vacina”. 

Também mencionando a defesa feita pelo petista em relação à imunização contra a covid-19 e destacando ainda o auxílio emergencial, a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) disse que o ex-presidente tem a capacidade de reconstruir esperanças. “Lula é a esperança do Brasil. Tem a grandeza de um estadista. Sabe que o futuro depende da união de todos os brasileiros e brasileiras”. 

Edição: Poliana Dallabrida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *