Site Overlay

Filme apresenta reflexão sobre a arte durante a pandemia

O ator gaúcho Nelson Diniz já integrou o elenco de diversos longas-metragens, como Rasga Coração, Yonlu, Mudança, O Homem que Copiava, Sal de Prata e Netto Perde sua Alma. Em isolamento social desde março de 2020, Diniz desenvolveu novas atividades, que deram origem ao curta-metragem "O olhar do artista não descansa", dirigido por Guilherme Carravetta De Carli.

Esse testemunho sobre a arte em tempos de pandemia será exibido na internet, pela primeira vez, nos dias dias 5, 6 e 7 de março, sempre às 12h30min e 18h, no YouTube.

Explorando a linguagem documental, a produção mostra 15 esculturas criadas pelo artista com pedaços de papel, madeira, tinta, sucata e outros objetos que iriam para o lixo. Obras mundialmente conhecidas serviram de inspiração para o criador, como trabalhos de Van Gogh e Edward Hopper. 

Leia também: "Povo preto precisa de espaço para fazer e difundir sua arte", diz cantora premiada

"É um grande presente do Guilherme Carravetta De Carli, é uma iniciativa dele. Ele insistiu pra que eu fizesse. Com isso, eu ampliei o trabalho. Criei uma luz específica para as maquetes, fotografei todas. É um documento rápido e poético que registra o confinamento que se estende até hoje", afirma o ator e protagonista do filme, Nelson Diniz.

imagem02-03-2021-17-03-18 Durante o isolamento, o ator Nelson Diniz passou a fazer esculturas com materiais recicláveis. Filme aborda sua produção e a arte em tempos de pandemia / Divulgação

Sobre o filme

A produção do curta-metragem seguiu todas as medidas sanitárias de contenção à covid-19. As imagens foram captadas, pelo celular, por Diniz, em seu apartamento. Além dele, todos os profissionais envolvidos trabalharam sem sair de casa.

:: Artigo | O que pode uma política pública ou o poder da Lei Aldir Blanc ::

As exibições integram o projeto "Incomode-Te – 12 anos de diversidade cultural", que é produzido pela Primeira Fila Produções e foi contemplado pelo edital do governo do Rio Grande do Sul para o fomento à cultura, em atendimento ao previsto à Lei Federal Aldir Blanc (nº 14.017), que dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade pública de 2020.

Ficha técnica:

Criação das esculturas, captação de imagens, texto e locução: Nelson Diniz;  Direção e montagem: Guilherme Carravetta De Carli;  Colaboração criativa: Liane Venturella;  Produção executiva: Letícia Vieira;  Correção de cor: Juliano Moreira;  Trilha sonora original: Álvaro Rosa Costa; Piano: Simone Rasslan;  Edição e mixagem de som: Juan Quintáns;  Estúdio de som: Convulsion Epics;  Produção: Primeira Fila Produções.

imagem02-03-2021-17-03-18

Fonte: BdF Rio Grande do Sul

Edição: Marcelo Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *