Site Overlay

Lideranças políticas enaltecem manifestações: "somos mais fortes do que Bolsonaro"

A terceira mobilização nacional realizada neste sábado (3) contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi saudada por lideranças políticas de oposição ao governo federal, em todo o país. 

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) participou do ato em Brasília e registrou o crescimento dos atos contra o presidente desde o dia 29 de maio, data que marcou a volta das grandes manifestações populares à cena política brasileira. 

Bom dia !! Participei do ato em Brasília. Nos dois primeiros estive em POA. O movimento pelo #ForaBolsonaro só cresce, recebendo muita gente nova. Não vi nenhuma violência. Pelo contrário, vi muita energia positiva de um povo cheio de esperança e determinação. #3JForaBolsonaro

— Paulo Pimenta (@DeputadoFederal) July 4, 2021

O coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos (Psol), vê, nas manifestações, o crescimento da pressão das ruas pela abertura do impeachment de Bolsonaro, iniciativa barrada pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL).

Ontem as ruas mostraram que é insustentável Arthur Lira continuar sentado em cima de 124 pedidos de impeachment. #3JForaBolsonaro

— Guilherme Boulos (@GuilhermeBoulos) July 4, 2021

As cores da bandeira bandeira LGBTQIA+ ganharam destaque nas redes sociais do deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ), que prevê a derrota do "projeto miliciano" de Bolsonaro. 

Esse é o Rio de todas a cores, que defende a vida e a democracia. Estamos mostrando que somos maiores e mais fortes do que Bolsonaro e que vamos vencê-los aqui, no berço desse projeto miliciano que o presidente está implantando no Brasil. 📸 Tati Delamare#3JForaBolsonaro pic.twitter.com/CCsBS1MNEj

— Marcelo Freixo (@MarceloFreixo) July 3, 2021

As palavras de ordem "comida no prato" e "vacina no braço" foram lembradas pela deputada federal pelo Paraná e presidenta nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann. 

Porto Alegre, Belo Horizonte, Fortaleza e Maranhão. É o povo nas ruas pedindo comida no prato, vacina no braço e Fora Genocida! Vamos continuar nas ruas!#3JForaBolsonaro 📷 @MidiaNINJA, @vivireispsol e @uneoficial pic.twitter.com/F6VepX1qLH

— Gleisi Hoffmann (@gleisi) July 3, 2021

Aos 80 anos, o veterano da política e vereador de São Paulo, Eduardo Suplicy (PT) chamou de "desastrosa" a condução da pandemia pelo governo federal e descreveu os atos como "cada vez mais massivos".

Os atos cada vez mais massivos indicam que a condução desastrosa de Jair Bolsonaro durante a pandemia, com o desrespeito à ciência somado à conivência com a corupção e o caos, estão levando o Brasil a dizer #ForaBolsonaro! pic.twitter.com/5kXMXyY6Ca

— Eduardo Suplicy (@esuplicy) July 4, 2021

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) publicou registros da multidão que tomou as ruas do Rio de Janeiro. 

Três pistas da maior e mais importante avenida do Rio ganharam muitas caras e cores (verde-amarelo, vermelho, preto…) mas um único som! FORA BOLSONARO! #3J 📸: @pedhenrocha pic.twitter.com/2dUq7NbzSg

— Jandira Feghali 🇧🇷🚩 (@jandira_feghali) July 3, 2021

Ivan Valente, deputado federal pelo Psol-SP, também apoiou a mobilização e aproveitou para fazer um trocadilho com o nome de Bolsonaro: "jail" em inglês significa "cadeia".  

Foi linda a manifestação ontem contra o ladrão de vacina Jail Bolsonaro. É com pressão popular que vamos virar o jogo! #impeachmentJa #BolsonaroVaiCair

— Ivan Valente (@IvanValente) July 4, 2021

A deputada federal Sâmia Bonfim (Psol-RJ) ironizou a tentativa de minimizar os atos por parte de apoiadores de Jair Bolsonaro.

Gigante essa "meia dúzia de gato pingado" na Av. Paulista! #3J #3JForaBolsonaro pic.twitter.com/ABUqoNl8rY

— Sâmia Bomfim (@samiabomfim) July 3, 2021

 

Edição: José Eduardo Bernardes