Site Overlay

Moro depõe na Justiça e diz que suas conversas com Dallagnol geraram sensacionalismo

O ex-juiz Sergio Moro afirmou, nesta segunda-feira (17), que as mensagens hackeadas de integrantes da Operação Lava Jato foram usadas "de maneira sensacionalista" para anular condenações de corrupção. A declaração foi feita em depoimento à Justiça Federal do Distrito Federal.

​"As mensagens foram utilizadas de maneira sensacionalista para buscar interromper investigações contra crimes de corrupção e anular condenações de pessoas que se envolveram em crimes de corrupção", afirmou.

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) falavam sobre o recente julgamento que concluiu pela parcialidade do ex-juiz em relação ao caso do triplex do Guarujá, que acabou resultando em uma das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A decisão foi anulada este ano.

::Advogados defendem que Moro seja responsabilizado por danos ao Brasil::

“Tudo que foi feito na Lava Jato foi feito conforme a interpretação da lei”, disse durante seu depoimento como testemunha na ação penal da Operação Spoofing. A investigação prendeu as pessoas que invadiram aparelhos de agentes públicos, incluindo os procuradores da força-tarefa.

Durante o depoimento, foi perguntado sobre uma possível influência no trabalho dos investigadores da Polícia Federal. Segundo ele, "nunca foi feita gestão alguma" para influenciar no trabalho da PF. "Sempre tiveram total autonomia", afirmou.

 

Edição: Vinícius Segalla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *