Site Overlay

Mortes no Reino Unido podem ser 50% superiores aos dados oficiais

Número de óbitos registados pelo Instituto Nacional de Estatística britânico revela mais mortes do que as anunciadas pelas autoridades sanitárias.

Ojornal The Times compara nesta terça-feira os dados oficiais do governo do Reino Unido relativamente ao número de mortes registradas por Covid-19 e o número de certidões de óbito efetivamente passadas e oficializadas, e dá a entender uma estatística ‘assustadora’: o número de mortes no Reino Unido pode ser 50% superior do que revelam os dados oficiais. 

Segundo o noticiado, os dados divulgados nesta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística britânico mostram uma diferença significativa relativamente ao número de mortes entre 3 e 11 de abril face ao registrado nos boletins das autoridades de saúde.

Na Inglaterra e no País de Gales, durante este período, foram registradas 16,378 mortes, mais 6000 do que a média dos últimos cinco anos, cifrada em torno dos dez mil óbitos.

Mas há ainda outros dados que provam esta discrepância. Segundo o Instituto Nacional de Estatística Britânico, há uma diferença de cerca de 15% entre o número de mortes nos hospitais e o número total de mortes quando considerados os óbitos em casa, em lares ou outras instalações do gênero.

Por exemplo, até 3 de abril, na Inglaterra, registravam-se 5,186 mortes por coronavírus, mas em termos de certidões de óbitos esses números sobem para 5,979.

Os dados hoje revelados mostram também que entre 28 de março e 3 de abril morreram mais pessoas do que em qualquer outra semana dos últimos 15 anos, mas este dado não é refletido nos boletins oficiais passados ao público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *