Site Overlay

Rede de Médicos e Médicas Populares debate PEC Emergencial que | Geral

Os impactos da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 186, conhecida como PEC Emergencial e prevista para ser votada no Senado na próxima quarta-feira (3), serão discutidos pela Rede Nacional de Médicos e Médicas Populares em transmissão online neste domingo (28). Saiba maisOposição critica barganha com verba de Saúde e Educação para liberar auxílio

O texto, de autoria do governo Bolsonaro, conta com ampla rejeição de parlamentares e entidades civis porque cria mecanismos de ajuste fiscal e prevê o fim do piso de gastos exigidos no país para as áreas de saúde e educação.

No entanto, o projeto é apresentado pelo governo e por seus aliados no Congresso Federal como o único caminho para custear a retomada do auxílio emergencial durante a pandemia. Leia também: “Não sei o que vou fazer”: relatos de quem tem no auxílio emergencial sua única renda

Do outro lado, oposição e sociedade civil seguem defendendo que a proposta mire apenas a prorrogação do benefício.

Para a Rede Nacional de Médicos e Médicas Populares, a proposta esconde uma perspectiva de austeridade fiscal e de ataque às políticas públicas estatais como ao próprio Sistema Único de Saúde (SUS), crucial no combate à pandemia.

O evento online contará com a participação do economista e doutor em Saúde Coletiva (IMS/UERJ) Carlos Ocké-Reis.

A transmissão comecará às 11h30 pelo canal do Youtube da Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares. Acesse o link aqui.

Edição: Daniel Lamir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *