Site Overlay

Sindicato de servidores da UFRJ relata ameaça de invasão de apoiadores de Bolsonaro

Uma série de ameaças de pessoas que se identificam como apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) têm sido registradas pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Sintufrj) desde o último domingo (11)

De acordo com o sindicato, as mensagens recebidas, via telefone da entidade, acusam o movimento sindical de “atrapalhar o Brasil” e prometem “invadir e depredar” a sua sede

Leia também: Oposição condena tentativa de interferência de Bolsonaro na CPI da Covid

As ações podem ser respostas às denúncias feitas pelo Sintufrj na última sexta-feira (9), e divulgadas nas redes sociais, contra a postura assumida pelo governo federal durante a pandemia da covid-19. 

A atuação do Executivo se tornou tema de investigação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 na última semana. A CPI foi formada após diversas manifestações nos últimos meses, entre elas, uma representação enviada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) à Procuradoria Geral da República (PGR) pedindo a responsabilização criminal de Bolsonaro pelas ações durante a pandemia. 

“A intenção dos apoiadores do governo é intimidar o Sintufrj e tentar impedir novas ações de denúncia contra Bolsonaro. Afirmamos em alto e bom som: não vão nos calar! Nos últimos dias, chegamos à marca de três pessoas mortas por minuto. Ultrapassamos as 350 mil vítimas fatais da pandemia. Nada pode ser maior do que combater essa tragédia e seus responsáveis. Nosso compromisso é com a defesa da vida e da democracia”, disse o sindicato em nota. 

Fonte: BdF Rio de Janeiro

Edição: Mariana Pitasse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *