Site Overlay

Torcida do São Paulo faz protesto contra diretoria e jogadores em frente ao CT

As faixas carregadas à frente do protesto continham os dizeres “Fora Leco” e “Gestão Fracassada

A eliminação precoce na Libertadores e o desempenho ruim do São Paulo nesta temporada resultaram em um protesto da torcida realizado neste sábado em frente ao CCT da Barra Funda. Torcedores são-paulinos gritavam palavras de ordem e carregavam faixas com críticas à diretoria e profissionais do clube.

As faixas carregadas à frente do protesto continham os dizeres “Fora Leco” e “Gestão Fracassada”. A polícia militar formou uma barreira de contenção para que os manifestantes não tentassem invadir o centro de treinamento ou impedir a saída dos jogadores. Não houve conflitos.

Entre os principais alvos do protesto estavam Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, presidente do clube, os diretores Raí e Alexandre Pássaro, o técnico Fernando Diniz, além de jogadores como Daniel Alves, Arboleda, Tiago Volpi, Juanfran, Tchê Tchê, Reinaldo, Pablo e Vitor Bueno.

“Ô, Daniel, quebra meu galho, vai tocar samba lá na casa do c***”, cantou a torcida. “Volpi, preste atenção, quero goleiro que não falha em decisão”, emendaram os são-paulinos.

A delegação são-paulina deixou o CCT em um ônibus e embarca ainda neste sábado para enfrentar o Coritiba, no Couto Pereira, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo acontece no domingo, às 16h.

Em paz com a torcida antes da pausa provocada pela pandemia da covid-19, o São Paulo viu suas relações ficarem estremecidas com as eliminações para o Mirassol, pelo Campeonato Paulista, e na Libertadores da América depois de perder por 2 a 1 para o River Plate, na Argentina. No Brasileirão, o time tricolor ocupa o terceiro lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *